Andropausa

Andropausa: conheça os sintomas e o tratamento para a menopausa masculina

A maioria dos homens e mulheres chegam a certa fase da vida em que começa a haver a redução na produção de hormônios: a menopausa (para as mulheres) e a andropausa (relacionada aos homens)

Apesar da queda acontecer para ambos os sexos, os corpos e os hormônios produzidos por machos e fêmeas são diferentes e, por conseguinte, há diferenças entre os sintomas e a idade em que começam a ser percebidos. 

Quer saber mais sobre isso? Então vamos falar sobre envelhecimento e reposição hormonal. 

Em 2019, a expectativa de vida dos brasileiros é de 80 anos para mulheres e 73 para homens e essa expectativa tende a crescer cada ano mais. A grande questão é: como estará a saúde dessas pessoas nos últimos anos de vida? Todo mundo quer viver muito e isso acontecerá naturalmente, mas, neste cenário, preocupar-se com a qualidade dessas vidas prolongadas é essencial e isso não pode ser negligenciado!

Para garantir uma vida saudável é necessário pensar e planejar o envelhecimento desde cedo. Estamos acostumados a buscar auxílio de profissionais como médicos e nutricionistas somente quando chegamos aos extremos da dor e da necessidade e isso, por si só, já torna o caminho para a saúde integral muito mais difícil.

Quando falamos em envelhecimento, precisamos considerar diversas áreas de nossas vidas, como alimentação; prática de exercícios físicos; trabalho; questões emocionais, entre outras. Dentre eles, um dos principais fatores do envelhecimento humano é, sem dúvida, o declínio hormonal. 

Declínio hormonal: andropausa e menopausa

É normalmente entre os 40 e 50 anos de idade que os primeiros sinais da baixa na produção de hormônios sexuais começam a aparecer. 

Tão importante quanto ter consciência que o declínio hormonal está relacionado com o envelhecimento é saber que a queda é facilmente mensurável através de um diagnóstico clínico e de exames complementares (sangue, saliva e/ou urina) e que existem tratamentos muito eficazes para os sintomas.

Como vimos, nas mulheres, a redução da produção de hormônios é chamada de “menopausa”. A menopausa marca o fim do período fértil, após a última menstruação. Nesse momento ela deixa de produzir a progesterona e o estrogênio, que são os hormônios responsáveis por desenvolver as características femininas do corpo. 

Nos homens a redução dos hormônios sexuais (testosterona) usualmente ocorre a partir dos 30 anos e com o passar dos anos essa produção vai diminuindo gradativamente. É o período denominado “andropausa”. 

Sintomas da andropausa e menopausa

Os sintomas da menopausa são bem conhecidos. Dentre eles estão as irregularidades na menstruação; ondas de calor no pescoço e tronco; vertigem; palpitação e sudorese; diminuição da libido; alterações na pele; irritação ou depressão; incontinência urinária e ressecamento vaginal. 

A andropausa, embora menos comentada, também gera desconforto. Estão entre os sintomas irritabilidade; depressão; diminuição da libido; problemas de ereção; dificuldades de concentração; fadiga; alterações do sono; comportamento anti-social e diminuição da memória. 

A intensidade e a ocorrência de alguns ou de todos os sintomas, tanto da menopausa quanto da andropausa, variam de pessoa para pessoa, razão que justifica a necessidade de se analisar o paciente de forma individual e personalizada.

É possível que algumas pessoas (especialmente homens) não sintam o envelhecimento hormonal, isso acontece quando a baixa vai acontecendo gradativamente e o corpo vai paulatinamente se  acostumando com a diferença de produção. 

Mas se você se identificou com alguns dos sintomas de envelhecimento hormonal, saiba que isso é muito comum e enfrentado pela maioria das pessoas. Se esses sintomas te incomodam no dia a dia, busque um profissional e descubra o tratamento ideal para o seu metabolismo.

Reposição hormonal e outros tratamentos

Para quem sente os efeitos da baixa de hormônios que sinalizam a andropausa ou a menopausa, existem algumas formas de tratamento para restabelecer o equilíbrio metabólico. 

A terapia de reposição hormonal (TRH) é um dos tratamentos mais indicados para ajudar a reverter os sintomas da menopausa ou andropausa. Essa terapia consiste em repor os hormônios que são organicamente produzidos pelas pessoas e que por algum motivo sofreram redução na quantidade de produção. É o caso da queda de testosterona para os homens e do estrogênio e/ou progesterona para as mulheres, por exemplo. 

Para o tratamento é preciso que se analise de forma aprofundada cada detalhe do metabolismo do paciente, pois a quantidade de reposição deve ser estritamente condizente com o quadro clínico apresentado. 

A TRH tem sido muito procurada por ajudar a prevenir doenças como a osteoporose e doenças cardiovasculares. E, para as mulheres, auxilia no tratamento de ardores e infecções vaginais causadas pela baixa na produção de hormônios, queixas recorrentes nos consultórios.

Outro fator importante que não pode ser negligenciado para quem passa pelo período é a alimentação. Àqueles que vêm sofrendo com os sintomas da menopausa ou andropausa não é indicado o consumo de alimentos condimentados, ácidos, doces e cafeína. Para quem sofre com sintomas intensos, o ideal é fazer um acompanhamento médico e nutricional a longo prazo.

Se você tem 40 anos ou mais e ainda não visitou um médico, faça isso para garantir uma vida mais longa e saudável. Todas as pessoas estão fadadas à andropausa e menopausa, mas você pode evitar os piores sintomas se preparando precocemente para um envelhecimento saudável. Conte conosco! A Clínica Longevidade Personalizada possui uma equipe especializada no restabelecimento do equilíbrio das funções vitais e na terapia de reposição hormonal.

Dr. Victor Paviani

Compartilhe
Publicado por
Dr. Victor Paviani

Posts recentes

Saiba como o anticoncepcional influencia no desejo feminino

Na década de 1960, a primeira pílula anticoncepcional chegou ao mercado e tornou possível uma…

3 anos atrás

Saiba como o anticoncepcional influencia no desejo feminino

Na década de 1960, a primeira pílula anticoncepcional chegou ao mercado e tornou possível uma…

3 anos atrás

Saiba como reconhecer a falta de nutrientes no seu corpo

Para evitar a falta de nutrientes no corpo, nada é mais importante que o conhecimento…

3 anos atrás

Coronavírus e imunidade: entenda o perigo e como prevenir

Se você está minimamente antenado nos noticiários nacionais e globais, com certeza já se preocupou…

3 anos atrás

Genética e doenças: saiba como descobrir e utilizar o mapeamento genético a seu favor

Apesar de a predisposição genética ser um fator chave para o desenvolvimento de algumas doenças,…

3 anos atrás

Entenda porque comer de 3 em 3 horas pode não ser uma boa ideia

O corpo humano é uma máquina muito inteligente e a fome é um recurso que…

3 anos atrás