Categorias: Longevidade

Conheça 10 hábitos de vida para envelhecer bem

Há uma certeza que todas as pessoas do mundo podem ter: com sorte, todos vamos envelhecer. No entanto, a forma como cada pessoa estará vivendo a velhice depende de como foram seus hábitos de vida durante toda a vida. Neste texto, vamos ver algumas atitudes do dia a dia que podem contribuir para um envelhecimento saudável.

A expectativa de vida do brasileiro tem aumentado muito nos últimos anos. Só  entre 2012 e 2017, o número de idosos no Brasil passou de 25,4 milhões para 30,2 milhões, de acordo com o IBGE. Isso está acontecendo por causa dos avanços da medicina e do acesso aos tratamentos em uma sociedade em constante globalização. Mas o aumento da expectativa de vida, infelizmente, não garante qualidade de vida.

Aos 30 anos, em média, as pessoas adultas passam a ter um declínio das funções cognitivas e motoras. É nesse momento que se inicia o processo lento e duradouro do envelhecimento. Os sinais de envelhecimento aparecem na diminuição da força, da mobilidade articular e sensorial, as questões de coordenação são os primeiros sinais de que a idade está chegando.

A única coisa que pode garantir uma longevidade saudável são os hábitos de vida. Seja com 30 ou 50 anos, sempre é tempo para começar a pensar na saúde, em viver mais e melhor. Confira alguns hábitos que ajudam os sinais da velhice a aparecer mais tarde ou com menos força:

1) Controle o estresse

Uma pesquisa realizada na Universidade da Califórnia e publicada na revista “Proceedings of the National Academy of Sciences” mostrou que o estresse pode envelhecer as pessoas em até 10 anos. O resultado desse envelhecimento foi visto no DNA das células do corpo. Com isso, doenças da velhice podem se manifestar precocemente. Para diminuir o estresse é importante garantir momentos de folga, saber dividir as tarefas em casa e no trabalho e aprender a dizer não quando necessário.

2) Tenha uma dieta rica em antioxidantes

Uma alimentação balanceada é essencial para envelhecer bem. Além de consumir moderadamente todas os nutrientes necessários para uma alimentação saudável, é importante fazer a ingestão de folhas verde-escuras, frutas cítricas e cereais, que são alimentos ricos nas vitaminas C e E, licopeno, zinco, selênio e magnésio. Adicioná-los na alimentação é importante porque esses eles são alimentos antioxidantes que combatem os radicais livres em excesso no organismo, impedindo o envelhecimento precoce, especialmente da pele.

3) Cigarro e álcool nem pensar

Ninguém deveria fumar e beber somente moderadamente. O tabagismo e o consumo de álcool são péssimos para a qualidade de vida, independente da idade. Existem diversas formas de substituir os efeitos do cigarro no organismo, diminuindo as chances de doenças respiratórias. Se você está tentando parar de fumar e não consegue. é importante buscar ajuda.

Já o álcool, em quantidade, além de prejudicar o fígado, acaba destruindo neurônios. Tornando o raciocínio mais difícil e prejudicando a memória.

4) Pratique atividade física

Você sabia que além de todos os benefícios para a saúde, as atividades físicas também freiam o envelhecimento? Pessoas ativas fisicamente acabam não sofrendo significativa perda de massa muscular e de força, comum com o passar da idade. Além disso, uma pesquisa realizada nas universidades de Birmingham e King´s College London, no Reino Unido, chegou à conclusão de que o sistema imunológico dos praticantes de exercícios também não é abalado com o avançar da idade.

5) Exponha-se ao sol

Boa parte da energia diária vem da absorção da vitamina D, produzida através do contato da pele humana com o sol. Por isso, independente da idade que se tem, é importante garantir pelo menos 20 minutinhos no sol todos os dias. Lembre-se que esse contato com o sol deve ser feito sem a utilização de protetor solar e sem a utilização de roupas, afinal, eles impedem a absorção da vitamina.

6) Mantenha boas relações

A vida social também é um fator importante para o bom envelhecimento. O contato com outras pessoas ajuda a manter a mente e coração em atividade. Contar histórias para os mais jovens, por exemplo, auxilia a manutenção da memória e garante boas risadas. As amizades e convívio social intenso é uma característica comum das pessoas que chegam aos 90 ou 100 anos de vida.

7) Durma corretamente

Conforme a vida vai passando, os hábitos de sono vão mudando. Após os 60 anos, é comum que as pessoas durmam menos, dificilmente alcançam 8h de sono. Isso acontece porque o pico de produção da melatonina (hormônio responsável por regular o sono) é aos 3 anos de idade, aos 60 anos, uma pessoa possui a metade de melatonina de um indivíduo com 20, por exemplo. Mesmo assim, é importante garantir uma regularidade, dormir e acordar sempre na mesma hora e se acostumar a fazer somente um cochilo durante o dia, de no máximo meia hora.

8) Leia muito

Uma das principais queixas das pessoas ao envelhecer são as falhas na memória, para diminuir a possibilidade de perda de memória, algumas atividades como jogos de tabuleiro, palavras cruzadas e quebra-cabeças são indicadas, além da realização de listas de tarefas e, especialmente, a leitura.

9) Trate-se bem

Comece a considerar você mesmo como uma prioridade na sua vida. Nenhuma atitude ou atividade para envelhecer bem fará sentido se você não estiver se amando. Tire um tempo para você todos os dias, escolha melhor as suas companhias, esteja com quem te faz bem, procure novos hobbies e prazeres, só assim a vida longa fará sentido.

10) Realize acompanhamento médico

Se você está com dificuldades para mudar os hábitos ou não está vendo resultados na mudança, procure um especialista. Além de hábitos de vida, envelhecer bem depende de fatores genéticos, hormonais e outros. Se você é da opinião de que viver mais não basta, é preciso viver bem, vamos bater um papo! Em Joinville estamos na rua Expedicionário Holz, 550, Sala 1701, venha nos fazer uma visita ou agende um atendimento pelo telefone (47) 3001-0321.

Dr. Victor Paviani

Posts recentes

Saiba como o anticoncepcional influencia no desejo feminino

Na década de 1960, a primeira pílula anticoncepcional chegou ao mercado e tornou possível uma…

2 meses atrás

Saiba como o anticoncepcional influencia no desejo feminino

Na década de 1960, a primeira pílula anticoncepcional chegou ao mercado e tornou possível uma…

3 meses atrás

Saiba como reconhecer a falta de nutrientes no seu corpo

Para evitar a falta de nutrientes no corpo, nada é mais importante que o conhecimento…

3 meses atrás

Coronavírus e imunidade: entenda o perigo e como prevenir

Se você está minimamente antenado nos noticiários nacionais e globais, com certeza já se preocupou…

3 meses atrás

Genética e doenças: saiba como descobrir e utilizar o mapeamento genético a seu favor

Apesar de a predisposição genética ser um fator chave para o desenvolvimento de algumas doenças,…

4 meses atrás

Entenda porque comer de 3 em 3 horas pode não ser uma boa ideia

O corpo humano é uma máquina muito inteligente e a fome é um recurso que…

4 meses atrás